English Español

Seja bem-vindo!

Canasvieiras Transportes Ltda - Rodovia Francisco Germano da Costa 2970 - 88052.760 - Canasvieiras Florianópolis/SC Brasil - CNPJ 82.950.460/0001-45 | sac@canasvieirastc.com.br | (48) 3266-2147

Receba as Novidades

Blog

08 de julho de 2011 O que é este tal de BRT?


Foto: Relatório Técnico - NTU Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano

Em tempos de preparação para a copa do mundo de 2014, algumas cidades brasileiras estão adotando a solução BRT para o transporte coletivo. Florianópolis também vem buscando, por meio de sua gestão municipal, soluções que passam por este conceito. BRT (sigla para Bus Rapid Transit - transporte rápido de ônibus) nada mais é do que a priorização do deslocamento coletivo nos grandes centros urbanos. Um sistema de transporte coletivo de alto desempenho e qualidade que utiliza veículos sobre pneus e opera na superfície viária em faixa dedicada (normalmente chamadas de canaletas ou faixas exclusivas, como na ponte Colombo Salles).
Vantagens? Inúmeras, se estivermos falando de um BRT tecnicamente estruturado. BRT estruturado melhora a velocidade comercial, pois os veículos não andam no meio do tráfego de modais mistos (carros, motos, fretamentos), além de possuírem embarque pré-pago (como em nossos terminais) e nivelamento do ônibus ou da estação para eliminar o uso das escadas dos veículos (melhorando a agilidade e acessibilidade do serviço). Tudo isso poupa tempo. Com essa estrutura, é possível atender ao requisito de pontualidade, pois acidentes e filas são bem mais raros em eixos exclusivos de tráfego. Com isso, a confiança do cliente é maior, e muitas pessoas deixam de usar o carro para usar o ônibus.
Um bom sistema de BRT torna a opção do transporte individual proibitiva, levando as pessoas a usarem o ônibus e outros modais coletivos disponíveis. Em suma, desenhar e planejar a cidade para as pessoas, e não para os carros é a premissa do sistema BRT. Naturalmente, existem barreiras elevadíssimas ao uso do BRT, mas a maior é a cultura brasileira, que defende que carro é status de poder, e quem anda de ônibus é quem não tem outra opção. A questão é, aonde as cidades vão parar com um número cada vez maior de carros nas ruas, e pelo aumento de custos dos transportes coletivos devido a falta de estrutura e trafegabilidade? Estarão beirando ao caos, em pouco tempo.
Que os gestores municipais entendam os recados diários de nossas estatísticas, e pensem na cidade para pessoas! O BRT, quem sabe, será um primeiro passo para esse intuito.
Tags: transportes

Comentários

Arquivo