Português Español

Welcome!

Canasvieiras Transportes Ltda - Rodovia Francisco Germano da Costa 2970 - 88052.760 - Canasvieiras Florianópolis/SC Brasil - CNPJ 82.950.460/0001-45 | sac@canasvieirastc.com.br | (48) 3266-2147

Receive news

Blog

15 de julho de 2011 Euro 5



Veículo equipado com SCR em teste pela Canasvieiras


No que se refere a ônibus urbanos e rodoviários, grandes alterações serão implantadas em veículos de modelo 2012. Entra em vigor a nova fase do programa PROCONVE instituído pelo CONAMA, a fase P7 (também conhecida pelo nome de sua equivalente a norma européia, a EURO 5).
O Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA é o órgão consultivo e deliberativo do Sistema Nacional do Meio Ambiente-SISNAMA, que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, regulamentada pelo Decreto 99.274/90. Por sua vez, o PROCONVE é o Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (proconve). Seu objetivo é reduzir as emissões de poluentes de veículos novos, por meio da implantação progressiva de fases que, gradativamente, obrigam a indústria automobilística a reduzir as emissões nos veículos que serão colocados no mercado.
Para se ter uma idéia do impacto desta nova fase, para cada veículo P5 (Euro 2) retirado de circulação, 6 veículos P7 (Euro 5) podem operar com a mesma quantidade de emissões. Assim, o PROCONVE P7 é um importante passo na busca pela sustentabilidade das operações.
A Canasvieiras vem realizando o envio de sua equipe técnica para eventos sobre o assunto, bem como testando novas tecnologias referentes a operacionalização das novas regras de emissão (confira os eventos na sessão de eventos de nosso site). As principais alterações nos veículos 2012 serão a adoção de sistemas que permitam o cumprimento das novas normas de emissão. A maior parte dos fabricantes está adotando o sistema SCR, pois os atuais motores a diesel não têm condições tecnológicas de atender as novas normas com adequações internas ou regulagem (EURO 3) de injeção, bomba ou redução de potência da unidade. É necessário nova abordagem de operação dos equipamentos e principais agregados, em especial a técnica SCR. SCR é o CATALISADOR DE REDUÇÃO SELETIVA
O SCR equipa motores que, em sua estratégia de injeção, priorizam a redução do MP nos gases produzidos na combustão. Esse fato ocasiona uma emissão com teores de NOx acima dos padrões estabelecidos. Para reduzir o NOx, os gases passam pelo catalisador de redução seletiva (SCR), que fará o tratamento específico deste elemento químico nocivo ao meio ambiente, e só então são lançados na atmosfera, cumprindo com os limites legais da fase P7.
Resumindo, os veículos agora serão equipados com um catalizador (como nos carros comerciais individuais) e terão as emissões tratadas por um composto chamado de ARLA-32, que quebra as moléculas de poluição e as retêm no catalizador. Outra alteração é que estes veículos precisam de óleo diesel ou bio diesel de nível S-50 (50 partículas de enxofre por milhão). Atualmente, o padrão nacional é o S-1800. Somente algumas capitais têm utilizado de maneira pioneira teores menores para teste.

Esquema de funcionamento da tecnologia SCR

A norma não é retroativa, estas alterações estarão presentes somente nos novos veículos, com fabricação a partir de 01 de janeiro de 2012. Assim, a adoção da tecnologia será gradativa e natural pelas frotas do país.


A Mercedes Benz vem divulgando material para esclarecimento à população.

Infelizmente, a questão não vem sendo tratada com a devida atenção pela sociedade e responsáveis. Toda a tecnologia necessária para a operação do PROCONVE P7 agrega custos de até 15% no valor dos veículos a serem comercializados. Além disso, o custo do uso do ARLA32 e do novo diesel S-50 também são mais elevados. A Canasvieiras vem buscando adequar seus processos operacionais, e estuda profundamente, com testes de produtos, estas novas tecnologias. O impacto nos custos é inevitável, e estamos buscando minimizar os mesmos com eficiência operacional.
Todos são a favor do PROCONVE P7. A conformidade ambiental do transporte coletivo deve ser foco de reguladores municipais e operadores. Porém, devemos buscar uma solução adequada para a equação. Não podemos resolver a sustentabilidade ambiental do transporte, e inviabilizar a sustentabilidade econômica (operação e custos) e social (acesso ao transporte, tarifas mais caras). É um grande desafio, que envolve governo, fornecedores de solução, operadores e a sociedade como um todo.
A Canasvieiras cumpre seu papel de agente de desenvolvimento sustentável, trazendo o assunto a luz da discução com clientes e reguladores municipais, bem como em participar e estudar a tecnologia em eventos e testes de novos veículos. O assunto foi abordado com todos os gerentes e lideranças internas na reunião do Comitê Central da Qualidade, em junho de 2011.
O conselho nacional de transporte lançou estudo intitulado de "A FASE 97 DO PRONCONVE E O IMPACTO NO SETOR DE TRANSPORTES", que pode ser acessado gratuitamente no site da instituição.



Redução dos níveis de poluentes.
Tags: veículos

Comentários

Arquivo